segunda-feira, 7 de maio de 2018

Introdução

Sejam Bem Vindos. Este blog faz parte de um trabalho interdisciplinar (TGI) realizado na Universidade Salgado de Oliveira no curso de Design de Moda (1º período). O intuito do blog é abordar todo o processo de pesquisa, criação e produção das bolsas inspiradas na década de 40, como foi proposto pelo curso. A atividade envolve pesquisa bibliográfica, análise de imagens, construção de cartelas de cores da década, além do processo criativo de construção e desenho do produto de moda. 

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Estudo da década

O Século XX foi um período de gigantescas transformações para o mundo, os conflitos bélicos, o avanço tecnológico, a libertação da mulher e as mudanças no cenário da moda são exemplos clássicos dessas mudanças. O nascimento do século XX foi marcado pela primeira grande guera do mundo moderno, que provocou a baixa de mais de um milhão de homens em toda a Europa. 
Esse cenário de conflito marcou as décadas inciais do século XX, o mundo vivia a tensão de uma segunda guerra. Que acabou por culminar no ano de 1939, marcando o século com mortes em torno do mundo.
A década de 40 respirou a guerra, deixando o mundo devastado, tanto economicamente como também psicologicamente, sentia-se as consequências do confronto. 
Todo esse contexto histórico fez com que mudanças sociais ocorressem, como a valorização da mulher e a entrada no marcado de trabalho, abrindo as portas para em áreas antes apenas masculinas. Juntamente com a ascensão da mulher, a escassez de produtos e a crise econômica fez com que surgisse o pret-a-portê ou pronto para levar, assim como o reaproveitamento de tecidos e o improviso. Tendências que marcaram a década e de certa forma influenciaram a moda nas décadas seguintes.

Apresentação de Power Point

video

sábado, 5 de maio de 2012

Ánalise das Imagens


O conjunto de imagens selecionadas para representar a década de 40 apresenta volume acentuado na parte inferior (na saia) por conta da tridimensionalidade e pode-se ser observado a forma de configuração real por se tratar de fotografias. Existe harmonia pois há organização e proporcionalidade e o equilíbrio também é presente por obter forças que se compensam e se distribuem nas imagens. A simetria existe em função das formulações visuais iguais e semelhantes e o contraste de movimento é percebido em função da direção das pernas e pelas roupas que dão aspecto de movimentação. Nas 4 fotografias, podemos ver que há clareza nas imagens, por sua harmonia e equilíbrio, sendo assim, de leitura fácil, contendo portanto simplicidade, e consequentemente minimidade ao apresentar vestimentas que são retas, lisas, estruturadas, sem detalhamento e com poucas unidades. Há coerência por sua integridade e uniformidade, e por não obter transparência, são caracterizadas pela sua opacidade que oculta e bloqueia a visualização por meio das roupas. A quantidade das vestimentas mostram que há sobreposição, ou seja, elementos que se interagem uns em cima dos outros.

sexta-feira, 4 de maio de 2012

Estudo de cores da década


Os anos 40 foi uma época que passou por severas dificuldades por se tratar de um período onde se deu a Segunda Guerra Mundial. Essas dificuldades também afetaram a moda da época que passou por um racionamento de tecidos imposto pelo governo. As roupas tornaram-se mais sérias e com cores mais sóbrias e muitos materiais alternativos foram usados na criação das peças. Além disso, o modo de se vestir se tornou prático e funcional para as mulheres, que passaram a exercer papéis masculinos na ausência deles.

quinta-feira, 3 de maio de 2012

Processo Criativo






Após recebermos as instruções necessárias sobre a modelagem do produto a ser criado, partimos para a escolha de material e design das bolsas. Tendo sempre em mente que elas deveriam carregar um conceito, retirado a partir do estudo da década de 40, e ter unidade entre si. Foi decido entre os membros do grupo que a inspiração foco para a criação das bolsas seria a escassez de material e o contexto da Segunda Guerra Mundial, como também as mudanças que o conflito trouxe para o mundo da moda.

Como o formato das bolsas já estavam estabelecidos procuramos então adaptá-lo a uma visão sóbria e funcional que remetesse a um período de faltas, militarismo e principalmente funcionalidade. Pois, em nossas pesquisas percebemos como foi marcante a utilização máxima das roupas.

Foi decidido que a sobriedade seria refletida na escolha das cores cinza e a estampa camuflada, como também o tecido encorpado como o Brim. A funcionalidade então seria marcada pelos bolsos e o cinto na parte de trás da bolsa que garante que ela possa ser carregada de várias maneiras. E como a década de 40 não foi só guerra e a moda tem a capacidade de se reinventar até em momentos de escassez, escolhemos usar acabamentos coloridos em cada bolsa, que acabaram também por oferecer uma identidade a cada uma sem deixar de configurar uma coleção.